Paris vs Nova York

Uma pitada de ironia e bom humor para retratar duas grandes cidades.

Nunca ninguém antes pensou em comparar duas metrópoles tão marcantes e únicas como Nova York e Paris, cada uma marcada por ícones fortes e caracterizados com muita personalidade, fazendo-as únicas e deleite de todo turista. O designer e diretor de arte Vahram Muratyan encontrou uma forma criativa e divertida de mostrar os aspectos cotidianos ao brincar com as duas cidades fazendo uma viagem pelas peculiaridades e marcando o comportamento dos parisienses e nova-iorquinos.

“Paris versus New York – A Tally of Two Cities”, que virou blog (www.parisvsnyc.blogspot.com) e livro estão recheadas de boas ilustrações que por si só são uma viagem pelas cidades e suas características que as tornam tão diferentes e antagônicas e ao mesmo tempo, ambas essenciais para o viajante.

As artes não costumam ser autoexplicativas, o que acaba exigindo algum conhecimento sobre aspectos das cidades. Para quem não as conhece, cada ilustração vira uma “city-tour” sobre a cultura e pelo dia-a-dia de cada cidade.

Bon voyage / Have a nice trip

Ale Ravagnani

Anúncios

Apple sem Steve Jobs e a maçã da 5ª avenida seguindo reluzente

Apple Store na 5ª Avenida em Nova York

Todo mundo sabe que o mundo não será o mesmo sem o fundador da Apple, a empresa de tecnologia que revolucionou o mundo.
No último dia 05 de outubro estava em Nova York e poucas horas depois da triste notícia ao passar em frente à Apple na 5ª Avenida, onde ficava aquele cubo majestoso na entrada da loja, percebi que a repercussão sobre a morte de Steve Jobs já estava ali demonstrada por seus inúmeros fans. Manifestações de carinho explícitas e mensagens do mundo inteiro de milhares de pessoas estava ali representando um pouco do que Jobs significou para esta geração e que provavelmente continuará influenciando outras.

Ao redor do tapume que agora cobre o futuro novo cubo da Apple e que dá acesso à loja subterrânea, mensagens em papéis coloridos quebram o outrora cinza de pessoas anônimas e que foram influenciadas pelo recriador da tecnologia.

A espera do que virá no futuro sem Steve Jobs, turistas visitam a loja como se fosse um novo monumento em Nova York, concorrendo com o MoMA ou até mesmo a Estátua da Liberdade. Um novo projeto do famoso cubo de vidro da fachada ainda não revela sua nova configuração, mas já é anunciado que ele passará das atuais 90 placas de vidro para apenas 15, com certeza mais um traço do desejo e do perfeccionismo de seu fundador.

E a tristeza fica para todos que admiravam este gênio e que não vivem sem seus legados para a nossa geração.

Mensagens para Steve Jobs

Carinho e bom humor dos fans

Aglomeração para fotografar e entrar na loja

Devoção

Último adeus

Design em todos os aspectos

Futuro cubo que passa de 90 a 15 painéis de vidro

A maçã na big apple

Homenagem na agência Ogilvy & Mather em Nova York

Meus colegas da Ogilvy em Nova York fizeram no escritório uma homenagem a Steve Jobs.

“It`s not just what it looks like and feels like. Design is how it works.”

Ale Ravagnani